Plano de fundo esquerdo do banner

Carreira

Competências digitais que professores precisam desenvolver

Para ajudar crianças e adolescentes a fazerem bom uso da tecnologia, professores também precisam desenvolver competências digitais.

Carreira

Tempo de leitura: 5 min
Newsletter

Você sente-se confortável em usar um dispositivo digital em sala de aula?

Para quase metade dos educadores dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a resposta é “não”.

O Teaching and Learning International Survey (TALIS), pesquisa da OCDE sobre as condições de trabalho dos professores, mostrou um descompasso entre a formação dos educadores e a autoeficácia em relação à aplicação das novas tecnologias na educação.

53% dos professores estudaram como incorporar as Tecnologias Digitais da Informação e da Comunicação (TDICs) ao trabalho pedagógico. No entanto, 43% sentem-se preparados para usar as TDICs em sala de aula. Os números são de 2018.

Como diminuir essa diferença?

Um caminho apontado pelo Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) é o desenvolvimento de competências digitais entre professores. Elas são fundamentais para atender as orientações da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), que coloca o manuseio crítico das novas tecnologias como direito de aprendizagem.

A seguir, você vai conhecer o conceito e quais competências digitais são fundamentais para o seu trabalho em sala de aula.

Confira:

O que são competências digitais
As competências digitais e a BNCC
Competências digitais para você começar a desenvolver
Leve a cultura digital para suas aulas

CTA: Faça uma pós graduação com quem está reinventando a educação! Matricule-se Já!

O que são competências digitais

Na educação, as competências digitais são a capacidade de fazer o uso seguro e crítico das tecnologias da informação no trabalho, na comunicação e em momentos de lazer. Essa é a definição apresentada pelo Parlamento Europeu no relatório “Competências-chave para a educação e a formação ao longo da vida”, elaborado em 2006.

O termo também se refere a um conjunto de conhecimentos e habilidades para utilizar as mídias digitais com o objetivo de aprendizagem e compreensão da sociedade.

A pessoa que tem essas competências é capaz de analisar, selecionar e avaliar criticamente os dados e informações disponíveis na Era do Conhecimento. Isso é fundamental para aproveitar o potencial das novas tecnologias para solucionar problemas, ao mesmo tempo em que se constrói uma consciência sobre os direitos e deveres do cidadão em uma sociedade digitalizada.

Em 2010, a União Europeia desenvolveu o Digital Competence Framework for Citizens (DigComp), um guia para avaliar o estágio de desenvolvimento de competências digitais. A versão de 2022 separa-as em 5 dimensões:

1. Letramento informacional

  • Articular demandas de informação;
  • Localizar e recuperar dados, informações e conteúdos digitais;
  • Avaliar a relevância da fonte de informação e o conteúdo;
  • Armazenar, gerir e organizar dados, informações e conteúdos digitais.

2. Comunicação e colaboração

  • Interagir, comunicar e colaborar por meio de tecnologias digitais, tendo consciência sobre a diversidade cultural e geracional;
  • Ser um membro ativo da sociedade por meio de serviços digitais públicos e privados;
  • Gerenciar a presença, identidade e reputação digital (de si mesmo e dos outros).

3. Criação de conteúdo digital

  • Criar e editar conteúdo digital (textos, imagens, vídeos e áudio);
  • Otimizar e integrar informações a um conjunto de conhecimentos já existentes, entendendo como licenças e direitos autorais funcionam;
  • Saber dar instruções para um sistema de computador.

4. Segurança

  • Proteger dispositivos, conteúdo e dados pessoais em ambientes digitais;
  • Proteger a saúde física e mental, além de estar atento ao impacto das novas tecnologias no bem-estar social e na inclusão;
  • Ter consciência do impacto ambiental decorrente do uso das novas tecnologias.

5. Resolução de problemas

  • Identificar necessidades e solucionar problemas em ambientes digitais;
  • Usar ferramentas digitais para inovar processos e produtos;
  • Manter-se atualizado sobre as novas tecnologias.

>>> Educação 5.0: tecnologia e humanização em prol dos estudantes

As competências digitais e a BNCC 

No Brasil, o desenvolvimento das competências digitais está previsto na competência geral 5 da BNCC, que diz:

Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação de forma crítica, significativa, reflexiva e ética nas diversas práticas sociais (incluindo as escolares) para se comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos, resolver problemas e exercer protagonismo e autoria na vida pessoal e coletiva.

A BNCC orienta que as crianças devem desenvolver as seguintes habilidades até a conclusão do Ensino Fundamental:

  1. Utilizar ferramentas multimídias para aprender e produzir conhecimento;
  2. Desenvolver, publicar e apresentar produtos com a ajuda de recursos digitais;
  3. Usar linguagens de programação para resolver problemas;
  4. Entender o que são os algoritmos, saber como escrevê-los e utilizá-los para resolver questões;
  5. Interpretar e representar dados de diferentes formas, seja em imagens, números ou texto;
  6. Compreender o impacto das novas tecnologias na sociedade;
  7. Saber usar as novas tecnologias de forma ética, comparando quais comportamentos são adequados e inadequados.

>>> 7 exemplos de inovação na educação para inspirar seu trabalho em sala de aula

Competências digitais para você começar a desenvolver

Agora que já conhecemos o conceito, você deve estar se perguntando: por onde começar a desenvolver minhas competências digitais para ajudar as minhas turmas?

Primeiro, é preciso descobrir em qual nível você está. Recomendamos a autoavaliação criada pelo CIEB, que vai te ajudar a construir um plano de ação.

Depois é importante saber quais são as competências digitais fundamentais para a atuação de professores. Mais uma vez, o CIEB elaborou uma lista de referenciais, divididos em 3 áreas, que idealmente deveriam ser componentes curriculares nas licenciaturas e cursos de pedagogia.

Mas nada impede que você use a lista de competências digitais abaixo como ponto de partida para começar a se desenvolver.

1. Pedagógica

  • Prática pedagógica: incorporar a tecnologia às experiências de aprendizagem dos estudantes e às estratégias de ensino;
  • Avaliação: usar tecnologias digitais para acompanhar, orientar e avaliar o processo de aprendizagem dos estudantes;
  • Personalização: criar experiências de aprendizagem que atendam às necessidades dos estudantes por meio das novas tecnologias;
  • Curadoria e criação: selecionar e criar recursos digitais que ajudem no processo de ensino e aprendizagem e na gestão de sala de aula.

2. Cidadania Digital

  • Uso responsável: fazer e promover o uso ético e responsável da tecnologia, conscientizando os estudantes sobre questões como cyberbullying, privacidade, presença digitais e implicações legais;
  • Uso seguro: fazer e promover o uso seguro das tecnologias, conscientizando os estudantes sobre estratégias e ferramentas de proteção de dados;
  • Uso crítico: fazer e promover a interpretação crítica de informações disponíveis em mídias digitais, como redes sociais, WhatsApp, portais de notícias e plataformas de streaming;
  • Inclusão: promover a inclusão e a equidade na educação com a ajuda de recursos tecnológicos.

3. Desenvolvimento Profissional

  • Autodesenvolvimento: usar as tecnologias de informação e comunicação em atividades de formação continuada e de desenvolvimento profissional;
  • Autoavaliação: usar as novas tecnologias para avaliar a própria prática docente e implementar ações de melhorias;
  • Compartilhamento: usar a tecnologia para participar e promover a participação em comunidades de aprendizagem e trocas entre pares;
  • Comunicação: manter uma comunicação ativa, sistemática e eficiente com a comunidade escolar por meio das novas tecnologias.

>>> Letramento informacional: ensinando crianças e adolescentes na Era da Informação

Leve a cultura digital para suas aulas

Que tal desenvolver suas competências digitais na prática e ainda inovar nesse processo?

Aprenda a usar as novas tecnologias em sala de aula com o curso Docência Inovadora: educação para o século XXI da Pós Educação Unisinos.

Em aulas 100% online, você vai aprender:

  • Tecnologias educacionais nos processos de ensino e de aprendizagem
  • Cibricidade como espaço de educação OnLIFE
  • Educação híbrida e multimodal

Inscreva-se na pós-graduação em Docência Inovadora da Pós Educação Unisinos


💡Quer saber mais sobre competências digitais? Confira fontes consultadas e indicações de leitura da Pós Educação Unisinos:

  • ARARIPE, Juliana P. G. A.; LINS, Walquíria C. B. Competências Digitais na Formação Inicial de Professores. São Paulo: CIEB; Recife: CESAR School, 2020. E-book em pdf.
  • BEHAR, Patrícia Alejandra; SILVA, Ketia Kellen Araújo. Competências digitais na educação: uma discussão acerca do contexto. Educação em Revista, n. 35, ago. 2015. Disponível em <https://doi.org/10.1590/0102-4698209940>. Acesso em 17 out. 2022.
  • CENTRO DE INOVAÇÃO PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA. CIEB: notas técnicas #8: Competências de professores e multiplicadores para uso de TICs na educação. São Paulo: CIEB, 2019. E-book em pdf.
  • FUNDAÇÃO TELEFÔNICA VIVO. Quais competências digitais os professores precisam desenvolver? Fundação Telefônica Vivo, São Paulo, 15 mar. 2022. Disponível em <https://fundacaotelefonicavivo.org.br/noticias/competencias-digitais-os-professores-precisam-desenvolver/>. Acesso em Acesso em 17 out. 2022.
  • VUORIKARI, Riina; KLUZER, Stefano; PUNIE, Yves. DigComp 2.2: The Digital Competence Framework for Citizens - With new examples of knowledge, skills and attitudes. Luxemburgo: Publications Office of the European Union, 2022.

Sobre o autor

Redação

Conteúdo para quem quer inovar em sala de aula. Vamos juntos reinventar a educação?

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página.

Acompanhe a transformação na Educação.

Confira os últimos artigos sobre inovação, metodologias de ensino e aprendizagem e carreira docente que preparamos para você.

Plano de fundo esquerdo dos posts relacionados
Plano de fundo direito dos posts relacionados